Economia

A pesquisa mostra que as pessoas apoiam a exploração de petróleo na foz do Amazonas se tiver licença


A pesquisa mostra que as pessoas apoiam a exploração de petróleo na foz do Amazonas se tiver licença
(Foto Reprodução da Internet)

Uma pesquisa feita pelo Atlas/Intel revelou que a maioria das pessoas são favoráveis à extração de petróleo na região da Foz do rio Amazonas.

Segundo a pesquisa, 36,3% dos entrevistados acham que a Petrobras deve poder explorar o petróleo na foz do rio Amazonas, desde que tenha licenças e faça estudos de impacto. Já 26,1% não têm nenhuma condição para a exploração, enquanto 18,3% são totalmente contra. Um grupo de 19,3% afirmou não saber.

A pesquisa foi feita com 1.834 pessoas entrevistadas nos dias 4 e 7 de dezembro. A margem de erro da pesquisa é de 2% e o nível de confiança é de 95%.

O estudo mostra que esse apoio é maior nos seis estados da região equatorial que receberão os principais recursos dos royalties: Amapá, Pará, Maranhão, Piauí, Ceará e Rio Grande do Norte.

Nesses estados, 47,7% acreditam que a Petrobras deve explorar apenas com licenças e estudos de impacto. 29,5% não têm condições para a exploração, enquanto 15,3% são totalmente contra. 7,6% não têm certeza sobre o assunto.

A maioria das pessoas entrevistadas acredita que a exploração de petróleo na bacia da foz do Amazonas apresenta um alto risco (39,5%). Uma parcela menor (14,9%) acredita que o risco é baixo, enquanto 12,2% consideram o risco médio e apenas 5,2% não enxergam nenhum risco. Quando perguntados sobre concordar ou discordar da decisão do ibama de negar a licença para a Petrobras explorar petróleo nessa região, a maioria (34,5%) disse concordar, enquanto 25,7% afirmaram discordar e 39,9% relataram não saber a resposta.

Um dado importante é que a grande maioria das pessoas acredita que a exploração de petróleo na foz do rio Amazonas pela Petrobras poderá trazer benefícios econômicos como empregos e renda para a população local e para os estados, alcançando 55,6% de concordância. Apenas 15% não veem esses benefícios econômicos.

Muitas pessoas (37,3%) acreditam que os riscos ambientais e os impactos econômicos são igualmente importantes. Enquanto isso, 34,7% opinam que o fator mais crucial para decidir se a Petrobras deve explorar petróleo na foz do rio Amazonas é o risco ambiental. Para 14,7% das pessoas, apenas o impacto econômico deve ser levado em consideração.


🔥 Recomendado para voçê 🔥