Cotidiano

Cantora diz que seu cabelo foi revistado no Aeroporto Santos Dumont


Cantora diz que seu cabelo foi revistado no Aeroporto Santos Dumont
(Foto Reprodução da Internet)

A cantora Luciane Dom compartilhou em suas redes sociais que foi alvo de racismo ao ter seu cabelo revistado durante o embarque de um voo no Aeroporto Santos Dumont, no Rio de Janeiro, na quinta-feira (14). Ela estava viajando para São Paulo quando foi selecionada para uma “revista aleatória”.

“A artista conta que já tinha colocado a bagagem no scanner e passado pelo scanner corporal. Segundo o post, Luciane estava viajando para promover sua nova música quando uma funcionária do aeroporto a informou sobre a revista.”

“A mulher me diz, tenho que olhar seu cabelo. Olho para ela aterrorizada com a violência desse ato. Ela chama o superior. Meu dia acabou”, conta.

A Infraero, empresa que administra o aeroporto, informou que a cantora passou por uma inspeção aleatória. Após verificar as imagens das câmeras de segurança, eles constataram que não houve vistoria nos cabelos da cantora.

A empresa informou que a revista é um procedimento de segurança feito em todos os passageiros, independentemente de sua origem, raça, sexo, idade, profissão, cargo, orientação sexual, religião ou qualquer outra característica pessoal.

“A Infraero reitera que repudia quaisquer formas de discriminação, que comportamentos como injúria racial e racismo não são tolerados nos aeroportos sob sua administração e está à disposição das autoridades competentes para os esclarecimentos que façam necessários”, completa a nota.

Tentamos falar com Luciane Dom, mas até agora não recebeu resposta. Nas redes sociais, ela afirmou que sabe exatamente o que ouviu. Luciane disse que o ato de racismo foi rápido e discreto, e que esse tipo de violência normalmente não é registrado pelas câmeras de segurança. Luciane pediu para que as pessoas parem de assediá-la e de compartilhar o vídeo desse ataque racista.


🔥 Recomendado para voçê 🔥