Brasil

Casal mata jovem em Juiz de Fora (MG) e esconde corpo em mala


Casal mata jovem em Juiz de Fora (MG) e esconde corpo em mala
(Foto Reprodução da Internet)

Um casal de Juiz de Fora, município do interior de Minas Gerais, foi preso após matar um jovem, de 24 anos, esconder o corpo dela em uma mala e depois atear fogo. A jovem estava desaparecida desde a noite de terça-feira (02).

Os responsáveis pelo crime, um homem de 31 anos e sua companheira, de 30, confessaram a autoria do homicídio à polícia.

Continua depois da publicidade

Segundo a Polícia Civil de Minas Gerais, na noite do desaparecimento, a moça havia solicitado um carro por aplicativo com destino ao bairro Previdenciários. Depois disso, ela não foi mais vista.

Após 24 horas do sumiço da jovem, a família procurou as autoridades para registrar um boletim de ocorrência.

Continua depois da publicidade

Depois de confessarem o crime, os suspeitos indicaram onde deixaram o corpo da vítima, localizado em uma mata no bairro Milho Branco, Zona Norte de Juiz de Fora.

O desaparecimento

Após iniciarem as investigações, a polícia identificou imagens de câmeras de segurança de um prédio, localizado no bairro Previdenciários, região que era destino da moça na noite em que ela sumiu.

De acordo com as imagens, ela compareceu a um dos apartamentos do prédio, na residência do casal suspeito. Poucas horas depois, o casal entra em um dos elevadores, com uma mala encoberta.

Em nenhum momento, a vítima que adentrou ao apartamento deles, aparece junto ao casal nas imagens obtidas pela polícia. Em seguida, a dupla, sem a moça, entra em um carro de aplicativo e deixa o edifício.

O crime

Para a polícia, o casal informou que, após ingerirem bebida alcoólica, se desentenderam com a moça. O homem então, nervoso, asfixiou a vítima até matá-la.

Segundo o delegado Samuel Neri, que investiga o caso, os criminosos, depois de matarem a moça, colocaram o corpo dela dentro de um mala e a cobriram por foram com um cobertor, para garantir que partes do corpo não aparecessem, visto que não conseguiram fechar toda a mala.

No bairro Milho Branco, a cerca de 30 minutos de Previdenciários, onde fica a residência do casal, o homem e sua companheira foram até um imóvel da família para buscar fósforos e álcool. Em seguida, levaram a mala até uma mata próxima à casa e atearam fogo no corpo da jovem.

Após informarem o local do crime, o corpo da moça foi encontrado pelas autoridades semicarbonizado e ainda com os seus pertences.A prisão dos investigados foi convertida em preventiva. O homem de 31 anos e sua companheira, de 30, responderão pelos crimes de homicídio, qualificado por motivo fútil ? asfixia, e por feminicídio.


🔥 Recomendado para voçê 🔥