Economia

Cielo diz que vendas no varejo em novembro pararam com sete quedas seguidas


Cielo diz que vendas no varejo em novembro pararam com sete quedas seguidas
(Foto Reprodução da Internet)

O comércio varejista do país teve um aumento de 0,5% nas vendas em novembro, em comparação ao ano anterior, após a inflação ser descontada, segundo um levantamento mensal da empresa de meios de pagamento Cielo. O resultado foi divulgado nesta segunda-feira, dia 11.

O crescimento parou depois de sete meses consecutivos de queda.

De acordo com a empresa que calcula o índice ICVA, os setores de serviços e de bens duráveis e semiduráveis tiveram um crescimento de 1,2% e 1,1%, respectivamente.

Os setores mais importantes foram Turismo e Transporte, e Óticas e Joalheiras.

Já o macros setor de Bens Não Duráveis teve queda de 0,1% no faturamento. Nesse caso, o segmento de Livrarias e Papelarias teve o resultado mais negativo, afirmou a Cielo em comunicado ao mercado.

A Cielo disse que as vendas em novembro foram, em parte, impactadas pelo calendário.

De acordo com a empresa, em novembro de 2023 tivemos um dia a menos de terça-feira e um dia a mais de quinta-feira em comparação com o mesmo mês de 2022. Geralmente, a quinta-feira é um dia de grande movimento para o comércio.


🔥 Recomendado para voçê 🔥