Brasil

De acordo com o Cenipa, aproximadamente 16% das fatalidades em acidentes aéreos incluem helicópteros


De acordo com o Cenipa, aproximadamente 16% das fatalidades em acidentes aéreos incluem helicópteros
(Foto Reprodução da Internet)

Nos últimos 10 anos, houve 191 acidentes de helicóptero no Brasil, representando pouco mais de um acidente em cada dez do total registrado no país (1.757 acidentes). Essas informações são do Cenipa, órgão da FAB.

De 2013 a 2023, ocorreram 124 mortes em acidentes com helicópteros, representando aproximadamente 16% das mortes totais em aeronaves, que totalizam 787 casos.

Na quarta-feira (3), a Força Aérea Brasileira continuou procurando por um helicóptero que sumiu no litoral de São Paulo no dia 31 de dezembro. Um piloto e três passageiros ainda não foram encontrados.

Na terça-feira (2), um helicóptero caiu em uma represa na cidade de Capitólio, em Minas Gerais. Uma pessoa morreu no local. O homem foi encontrado após ficar horas desaparecido.

Entre os acidentes com helicópteros, a principal causa está relacionada à perda de controle em voo, que responde por mais de 30% das ocorrências. Nas demais aeronaves, o fator predominante para os acidentes são as falhas no motor.

Os dados mostraram que 15% dos acidentes de helicóptero são por táxi aéreo e 44% em operações privadas.

O estado de São Paulo tem o maior número de acidentes aéreos do Brasil, representando cerca de 20% do total. São 343 acidentes, sendo 43 deles envolvendo helicópteros. Em segundo lugar está Mato Grosso, com 186 casos, seguido pelo Rio Grande do Sul, com 166, e Minas Gerais, com 147.

A cidade do Rio de Janeiro registra o maior número de acidentes aéreos, com 24 casos, seguido por São Paulo (20) e Belo Horizonte (12).

Fotos do helicóptero perdido em São Paulo.

Um helicóptero que ia para Ilhabela sumiu no dia 31 de dezembro. Havia três passageiros e um piloto a bordo. Antes de desaparecerem, uma das passageiras tirou fotos que mostraram neblina intensa na área.

Luciana Santos e sua filha, Letícia Ayumi, estavam no helicóptero indo para Ilhabela. Além delas e do piloto, um amigo chamado Raphael Torres também estava com elas.

O empresário Raphael Torres convidou Luciana Santos e Letícia Ayumi para um passeio de helicóptero.

Letícia enviou outra foto aos familiares, que mostra neblina antes do helicóptero sumir. Letícia também informou aos familiares que o helicóptero fez um pouso de emergência antes de retomar voo e sumir

Mapa mostra região de Ilhabela, que seria o destino do helicóptero desaparecido. Cassiano Tete Teodoro, piloto do helicóptero que desapareceu no litoral de SP


🔥 Recomendado para voçê 🔥