Política

Depois da votação da reforma tributária, a liderança da Câmara nota fraquezas na coordenação de Lula


Depois da votação da reforma tributária, a liderança da Câmara nota fraquezas na coordenação de Lula
(Foto Reprodução da Internet)

O ministro Alexandre Padilha, que cuida da articulação política do governo, está sendo criticado pelos líderes da Câmara dos Deputados após a votação da Reforma Tributária.

Nos bastidores, os aliados de Arthur Lira (PP-AL), presidente da Câmara, zombaram da falta de menção ao ministro de Lula nos agradecimentos da reforma.

Padilha não estava incluso na lista de nomes apresentada ao deputado de Alagoas.

Padilha também não se sentou à mesa com outros ministros de governo, como Fernando Haddad e Simone Tebet.

A crítica ao ministro é porque ele tem sido pouco ativo na tentativa de conseguir votos para a reforma. Líderes já acusavam o articulador do governo de não cumprir suas promessas aos parlamentares, especialmente no que diz respeito à liberação de verbas e cargos.

O descontentamento de Lira com Padilha já teria chegado aos ouvidos do presidente Lula, assim como a defesa do presidente da Câmara de uma reforma no Planalto para contemplar outros partidos da coalisão do governo.

O próximo ano, o presidente planeja fazer algumas mudanças na Esplanada, mas não parece que irá substituir ministros próximos.


🔥 Recomendado para voçê 🔥