Esportes

História feita: Palmeiras ganha do líder Botafogo, mesmo após estar perdendo por 3 a 0


História feita: Palmeiras ganha do líder Botafogo, mesmo após estar perdendo por 3 a 0
(Foto Reprodução da Internet)

A quarta-feira (1) será inesquecível para os torcedores de Botafogo e Palmeiras, mas especialmente para os palmeirenses, que venceram por 4 a 3 em uma virada histórica.

O jogo, da 31ª rodada do Brasileirão, aconteceu no estádio do time carioca, o Nilton Santos. O Botafogo fez três gols no primeiro tempo, mas acabou sofrendo a virada no último minuto do segundo tempo.

Continua depois da publicidade

Os gols do time alvinegro foram feitos por Eduardo, Tchê Tchê e Júnior Santos. No início do segundo tempo, Endrick marcou um belo gol para diminuir a diferença. Aos 30 minutos, o zagueiro Adryelson, do Botafogo, foi expulso em uma jogada importante.

No entanto, Tiquinho Soares foi derrubado na área e teve a oportunidade de ampliar a vantagem para 4 a 1, mas infelizmente sua cobrança foi defendida por Weverton. A partir desse momento, o Palmeiras marcou vários gols seguidos.

Continua depois da publicidade

Primeiro, Endrick marcou um belo gol e depois Flaco López empatou o jogo. No último minuto, aos 53 minutos do segundo tempo, o zagueiro Murilo fez o gol da virada histórica do Palmeiras.

Os próximos jogos e a situação na tabela

Com o resultado, o Botafogo está vantagem de três pontos na liderança em relação ao Palmeiras, e ainda tem mais um jogo para disputar.

Na próxima partida, o Botafogo vai enfrentar o Vasco em São Januário. O jogo acontecerá na segunda-feira, dia 6, às 20h. Já o Palmeiras joga no sábado, dia 4, às 21h30, em casa, contra o Athletico na Arena Barueri.

O Botafogo volta a competir conforme seu estilo

O Palmeiras teve a bola no começo do jogo, mas o Botafogo parecia à vontade no campo: marcando bem e saindo rapidamente jogando, voltando ao estilo que os levou à liderança.

Após roubar a bola no meio de campo, o time de Lucio Flavio rapidamente partiu para o ataque, e Tchê Tchê quase fez o gol aos sete minutos, mas acertou a trave. Foi a primeira de várias oportunidades.

Eduardo desencanta

E foi assim, o gol aconteceu rapidamente. Aos 20 minutos, Marçal passou para Victor Sá, que se livrou do oponente e fez um passe para trás, onde estava Eduardo. Ele chutou e acabou com a sequência de 14 jogos sem marcar: placar de 1 a 0!

O gol do Botafogo deixou o jogo difícil para o Palmeiras, e o time de Abel Ferreira não conseguiu parar os avanços do adversário. Depois de acertar a trave, Tchê Tchê recebeu outra bola perto do gol e marcou aos 30 minutos, mesmo com o esforço de Weverton. O gol animou muito os torcedores no estádio Nilton Santos.

Aos 36 anos, Júnior Santos fez um contra-ataque incrível ao driblar pelo menos cinco adversários. Ele passou a bola para Tiquinho Soares, que dominou e chutou, mas o goleiro Weverton fez a defesa. No rebote, Júnior Santos, com uma energia impressionante, entrou na área e marcou o terceiro gol: 3 a 0 para o Botafogo.

O Palmeiras teve poucas chances de marcar, apenas em uma falta cobrada pelo Veiga que exigiu uma defesa do Lucas Perri. O placar de 3 a 0 poderia ter sido ainda maior, com o Júnior Santos, Marçal e Victor Sá quase marcando mais gols. O Palmeiras finalizou 15 vezes (sendo 8 no alvo) antes do fim do primeiro tempo contra o goleiro Weverton.

Endrick realiza todas as tarefas sozinho.

Na volta do intervalo, Endrick fez tudo sozinho para descontar para o Palmeiras aos quatro minutos. Ao receber na intermediária, o camisa 9 passou pela marcação de quatro marcadores, invadiu a área e finalizou de esquerda. Lucas Perri ainda tocou na bola, mas não evitou o golaço da joia palmeirense.

O gol fez bem ao Palmeiras, que passou a acreditar na recuperação dentro da partida. Perri, aos oito, voltou a defender chute de Veiga. Aos 15, Breno Lopes chegou a marcar, mas estava impedido.

No VAR, Adryelson é expulso

O Botafogo já havia equilibrado a partida a partida aos 31. Enquanto o Palmeiras insistiu na bola aérea, o Alvinegro respondeu nos contra-ataques, com Júnior Santos perdendo mais uma chance clara.

Aos 31 minutos, depois das primeiras alterações de Lucio Flavio, Adryelson foi expulso. O zagueiro chegou atrasado e cometeu uma falta em Breno Lopes. Inicialmente, o árbitro Braulio da Silva Machado não mostrou cartão amarelo, mas foi chamado ao VAR. Depois de revisar o lance, ele expulsou o jogador de camisa número 34 do time alvinegro.

Tiquinho erra pênalti?

A falta demorou bastante para ser cobrada. Em um lance típico do futebol, o Botafogo conseguiu mais uma jogada de contra-ataque e Tiquinho Soares foi derrubado por Gustavo Gómez ao driblar Weverton. Na hora de cobrar, o artilheiro do Botafogo chutou fraco e o goleiro do Palmeiras defendeu.

Endrick marca de novo!

O jogo ficou mais emocionante. Em seguida, Endrick recebeu a bola perto da área e chutou no cantinho: a equipe marcou o terceiro gol aos 38 minutos. O Palmeiras, que agora tinha um jogador a mais e Flaco López em campo, atacou com força. Após muitas tentativas, o argentino conseguiu marcar de cabeça e empatou o jogo.

O Palmeiras está confiante e conseguiu empatar

Em uma jogada incrível, Endrick mandou a bola na área, Gustavo Gómez dominou e Flaco López, sem marcação, só cabeceou para empatar a partida: um surpreendente 3 a 3 aos 43 minutos!

Gol no último segundo!

Aos 53 minutos, o Palmeiras teve mais um tiro livre para jogar a bola na área. E, aos 53, o time de Abel Ferreira conquistou um feito histórico: Murilo marcou na segunda trave e virou para o Verdão: 4 a 3 no último momento!

Video: Virada incrível! O Palmeiras venceu o Botafogo com um gol nos minutos finais

Jogo do Botafogo contra o time do Palmeiras

Botafogo: Lucas Perri; Di Plácido, Adryelson, Cuesta e Marçal; Marlon Freitas, Tchê Tchê e Eduardo (Danilo Barbosa); Júnior Santos (Carlos Alberto), Victor Sá (Phillipe Sampaio) e Tiquinho Soares. Técnico: Lucio Flavio.

Palmeiras: Weverton; Gustavo Gómez, Luan (Flaco López) e Murilo; Mayke, Zé Rafael, Richard Ríos (Rony), Raphael Veiga e Piquerez; Breno Lopes e Endrick. Técnico: Abel Ferreira.

Gols: Eduardo (21 minutos/1º tempo), Tchê Tchê (30 minutos/1º tempo), Júnior Santos (36 minutos/1º tempo), do Botafogo; Endrick (4 minutos/2º tempo e 40 minutos/2º tempo), Flaco López (43 minutos/2º tempo) e Murilo (53 minutos/2º tempo) do Palmeiras.

Cartão amarelo: Cuesta, Tiquinho Soares, Tchê Tchê, Marçal, Marlon Freitas, Di Plácido, (BOT); Mayke, Rony, Gustavo Gómez e Artur (PAL).

Expulsão: Adryelson (Botafogo).

Receita e quantidade de pessoas: R$ 1.272.900,00 / 33.200 pagantes / 34.913 presentes.

Motivo: 31ª rodada do Campeonato Brasileiro.

Local: Estádio Nilton Santos no Rio de Janeiro.

Data e horário: 1º de novembro de 2023, às 21h30 (horário de Brasília).

Árbitro: Braulio da Silva Machado (Fifa/SC).

Assistentes: Bruno Raphael Pires (Fifa/GO) e Rafael da Silva Alves (Fifa/RS).

Árbitro de vídeo: Rafael Traci (FIFA/SC).


🔥 Recomendado para voçê 🔥