Brasil

Homem mata ex-namorada grávida porque não queria ter um filho negro


Homem mata ex-namorada grávida porque não queria ter um filho negro
(Foto Reprodução da Internet)

Nesta terça-feira (21), a Polícia Civil do Amazonas prendeu Victor de Souza Rocha, 21 anos, sob suspeita de assassinar sua ex-namorada, Karine Sevalho Lima, de 19 anos. A vítima, que estava grávida de sete meses do suspeito, foi morta em 2022, conforme a investigação.

A prisão aconteceu no bairro Cidade Nova, na zona norte. De acordo com o delegado Ricardo Cunha, a vítima e o acusado eram namorados. Ao descobrir a gravidez, o suspeito passou a incomodar a jovem, que era negra, pressionando-a a realizar um aborto, pois ele não queria um filho negro.

Suspeito revelou a amigos que não queria ter filho negro

A investigação indica que o suspeito “teria comunicado a todos os amigos da vítima que nunca teria um filho com características negras”. O crime teria acontecido em maio de 2022.

“No dia do crime, Karine teria ido encontro ao Victor, para informar que sua família tinha conhecimento de que ele seria o genitor do bebê e afirmar que não iria realizar o aborto. As investigações apontam que, neste momento, eles tiveram um desentendimento em razão do autor não ter aceitado o posicionamento da vítima, o que o levou a tirar a vida da gestante”, afirmou o delegado.

O corpo de Karina foi descoberto em 26 de maio de 2022, exibindo desfiguração facial, evidências de agressões e tortura, além de perfurações de arma branca em todo o corpo.

Além do feminicídio, a Polícia Civil está iniciando uma investigação sobre o suspeito por crime de racismo. A defesa de Victor não foi encontrada.


🔥 Recomendado para voçê 🔥