Internacional

Irã critica ataques aéreos dos EUA no Iraque e Síria, alegando “invasão de soberania”


Irã critica ataques aéreos dos EUA no Iraque e Síria, alegando “invasão de soberania”
(Foto Reprodução da Internet)

O governo do Irã expressou sua rejeição aos bombardeios realizados pelos EUA na noite de sexta-feira no Iraque e na Síria, argumentando que essas ações constituem violações da soberania e do território desses países.

Em resposta aos ataques dos EUA, o porta-voz do ministério de Teerã, Nasser Kanaani, afirmou que eles foram mais um erro dos Estados Unidos que só vai aumentar a tensão e instabilidade na região.

Continua depois da publicidade

Os militares dos EUA realizaram ataques aéreos em mais de 85 alvos conectados à Guarda Revolucionária do Irã e às milícias apoiadas por ela. Isso foi feito em resposta ao ataque ocorrido no fim de semana passado na Jordânia, que resultou na morte de três soldados americanos.

Os ataques não foram dirigidos a lugares no interior do Irã, mas marcaram um aumento nas tensões no Oriente Médio devido ao conflito entre Israel e o Hamas em Gaza que já dura quase quatro meses.

Continua depois da publicidade

Kanaani disse que os ataques dos EUA foram concebidos “para ofuscar os crimes do regime sionista em Gaza”.

Ele não disse se o Irã iria fazer algo em resposta.

Ele pediu ao Conselho de Segurança da ONU que evitasse “ataques ilegais e unilaterais dos Estados Unidos na região”.

Antes dos ataques retaliatórios dos EUA nesta sexta-feira, o presidente iraniano, Ebrahim Raisi, disse que o Irã não iniciaria uma guerra, mas que “responderia fortemente a qualquer um que tentasse intimidá-lo”.

Kanaani disse que “a causa raiz das tensões e crises no Oriente Médio é a ocupação de Israel e o genocídio dos palestinos com o apoio ilimitado da América”.


🔥 Recomendado para voçê 🔥