Internacional

Israel afirma que o Hamas quebrou o acordo para devolver 15 mulheres e 2 crianças


Israel afirma que o Hamas quebrou o acordo para devolver 15 mulheres e 2 crianças
(Foto Reprodução da Internet)

O ministro da Defesa de Israel, Yoav Gallant, disse que o Hamas quebrou uma trégua com Israel. Ele fez o comentário em uma coletiva de imprensa no sábado (2).

Gallant afirmou que o Hamas quebrou o acordo que fizemos com os Estados Unidos, o Egito e o Qatar.

A paz entre Israel e o Hamas foi quebrada quando o Hamas disse que devolveria as 15 mulheres e as duas crianças restantes, mas não o fez, de acordo com Gallant.

Gallant também contestou a afirmação do Hamas de que duas crianças pequenas – Ariel, de 4 anos, e Kfir Bibas, de 10 meses – foram mortas em um ataque aéreo de Israel. Ele disse que havia fotos delas vivas antes do incidente.

“Gallant disse que o Hamas prometeu trazer mulheres e crianças, e agora só restam 17 pessoas. Precisamos de todas essas 17 pessoas, que incluem dois filhos da família Bibas e 15 mulheres. Ele afirmou que essa é uma responsabilidade deles, como nós concordamos anteriormente.”

Foi relatado que as negociações não deram certo no sábado, quando Israel pediu a libertação de um grupo de mulheres e o Hamas se recusou, de acordo com uma fonte com conhecimento das negociações.

Enquanto as discussões sobre as mulheres estavam travadas, o Hamas sugeriu começar a discutir a libertação dos homens, de acordo com uma fonte. Israel não aceitou isso e insistiu que era muito importante libertar todas as mulheres antes.

As autoridades de Israel e Estados Unidos acreditam que o Hamas ainda tem várias mulheres como reféns. Essas mulheres têm entre 20 e 30 anos de idade e muitas delas foram sequestradas durante o festival de música “Nova”.

O Hamas tem insistido que algumas das mulheres restantes que mantinham como reféns eram consideradas parte das Forças de Defesa de Israel, o que Israel nega.

Gallant afirma que as operações militares em Gaza continuarão.

“De acordo com Gallant, a cidade de Gaza é responsável por mais da metade do controle do Hamas. Ainda há muito a ser feito lá. Continuaremos a agir em toda a Faixa de Gaza”.

Quando perguntado se o bombardeio de Gaza por parte de Israel poderia afetar os reféns que ainda estão lá, Gallant afirmou que a ação das Forças de Defesa de Israel é necessária.

“Ele disse que consideramos tudo.”


🔥 Recomendado para voçê 🔥