Cotidiano

Lula classifica como “maldade” ataques na internet a Janja e diz: “As pessoas estão ficando insensíveis”


Lula classifica como “maldade” ataques na internet a Janja e diz: “As pessoas estão ficando insensíveis”
(Foto Reprodução da Internet)

O presidente Lula (PT) chamou o ataque hacker contra a esposa, Rosângela da Silva, de “atitude maldosa”. Na última semana, um adolescente de 17 anos invadiu sua conta no X (antigo Twitter) e publicou mensagens ofensivas contra ela, incluindo conteúdo misógino e pornográfico.

“Eu fico p*to com as pessoas que atacam ela na internet. Eu fico p*to porque eu nunca falei da mulher de um presidente, de um deputado, de um vereador. Então eu acho que é uma canalhice a pessoa fazer isso. As pessoas estão virando desumanas”, afirmou Lula durante o programa “Conversa com o Presidente”.

Durante uma live semanal, em que a primeira-dama estava presente, Janja afirmou que irá processar a rede social devido ao ataque hacker que sofreu. Ela também criticou o fato de que levou 1 hora e meia para a plataforma de Elon Musk congelar seu perfil.

“Foi tão difícil que o Twitter congelasse a minha conta. Por 1h30, o seu Elon Musk ficou mais milionário com esse ataque. É essa a questão. A gente precisa não só da regularização das redes, mas a gente precisa discutir a monetização dessas redes sociais, porque não importa se é do bem ou do mal, eles ganhando dinheiro, está tudo bem”, declarou a primeira-dama.

O presidente falou sobre a importância mencionada por Janja, mencionou as ações tomadas pela União Europeia (UE) e pela China para regular as plataformas e também citou que a sociedade está muito “preconceituosa”.

O mundo sempre foi preconceituoso com mulheres, negros e pessoas pobres. Agora, com a internet, essa situação piorou muito, pois as pessoas podem espalhar seu preconceito para milhares, até mesmo milhões de pessoas. Enfrentar esse problema sem censura é um desafio.

Entenda:

É fundamental que você compreenda absolutamente todas as informações e conteúdos disponíveis para uma maior clareza e conhecimento. Dessa forma, sustentamos a importância desta instrução. Ou seja, compreender é de extrema relevância no âmbito do conteúdo apresentado.

Na noite do último dia 11, um adolescente de 17 anos invadiu a conta de Janja no X e fez publicações com ofensas, xingamentos e conteúdos pornográficos como se fossem da primeira-dama.

Na manhã seguinte, a Polícia Federal (PF) instaurou inquérito para apurar o ataque. No mesmo dia, a Advocacia Geral da União (AGU) notificou o X, cobrando a preservação de todos os registros e elementos digitais relativos à conta de Janja.

“Ontem à noite, o ódio e a falta de respeito que sofro diariamente atingiram um nível ainda pior. Minha conta no X foi invadida e mensagens ofensivas contra mim foram publicadas. Essas mensagens eram misóginas e violentas, mostrando um desprezo pelas mulheres, pela convivência em sociedade, pela democracia e pela lei”, relatou Janja na terça-feira passada (12).

No dia 13, a Polícia Federal (PF) executou ordens de busca e apreensão contra um adolescente de 17 anos suspeito de invadir uma conta. O adolescente afirmou à polícia que agiu sozinho e encontrou os dados da primeira-dama por acaso na internet.

Conforme o depoimento do jovem, os dados para acessar a conta de Janja – e-mail e senha – já estavam disponíveis há mais de cinco meses na rede.

Ele disse que não planejou o ataque e agiu sozinho. Ele negou que o músico João Vitor tenha participado do ataque. A Polícia Federal também fez busca e apreensão na casa de João Vitor, mas o adolescente afirmou que é apenas um fã do músico.

O adolescente disse que parou de estudar, auxilia a mãe na atenção a um irmão doente e passa o dia todo em casa sem ocupação.

O hacker disse que conseguiu entrar na conta do LinkedIn de Janja, mas não fez nenhuma postagem, além de também ter acessado seu e-mail. Ele afirma que não baixou ou examinou o conteúdo do e-mail da primeira-dama.

O adolescente disse que reiniciou o computador com medo, mas não o celular. Ele estava ciente de que a Polícia Federal iria investigar o caso (inclusive gravou um áudio desafiando a PF), mas agora se arrepende pelo impacto que isso causou, pois não tinha ideia das consequências.


🔥 Recomendado para voçê 🔥