Brasil

Marcelinho Carioca: Informações sobre o incidente de salvamento do antigo atleta


Marcelinho Carioca: Informações sobre o incidente de salvamento do antigo atleta
(Foto Reprodução da Internet)

O ex-jogador Marcelinho Carioca foi encontrado hoje em uma delegacia em Itaquaquecetuba, na Grande São Paulo. Ele estava desaparecido desde ontem, quando saiu do show do cantor Thiaguinho na Neo Química Arena, em Itaquera, zona leste de São Paulo.

O carro de Marcelinho foi encontrado em Itaquaquecetuba, uma cidade na região metropolitana de São Paulo.

Policiais disseram que o ex-jogador foi encontrado em um local onde estava sendo mantido contra sua vontade.

Aqui está o que sabemos sobre o caso.

Ex-jogador encontrado

Marcelinho Carioca foi encontrado na tarde desta segunda-feira (18). Ele foi levado para uma delegacia em Itaquaquecetuba, região metropolitana de São Paulo. O ex-jogador estava com uma camiseta enrolada na cabeça. Ele chegou numa viatura da PM.

O resgate de Marcelinho ocorreu após a polícia ser acionada.

Segundo a Polícia Civil, cerca de R$ 40 mil foram levados de Marcelinho. Cinco pessoas foram presas.

Como ocorreu o desaparecimento?

Marcelinho sumiu no domingo, depois de sair do show do cantor Thiaguinho na Neo Química Arena, em Itaquera, na região leste de São Paulo.

De acordo com a Secretaria de Segurança Pública, a Polícia Militar prendeu três suspeitos na região onde um veículo foi encontrado abandonado hoje (18), em Itaquaquecetuba. A SSP informou que o Sistema de Identificação Automatizada de Impressões Digitais está sendo utilizado para investigar a situação e identificar os envolvidos.

Carro encontrado

O carro do ex-jogador foi encontrado pela polícia de São Paulo em uma rua de Itaquaquecetuba, área metropolitana da capital. Isso ocorreu hoje de manhã, segunda-feira (18).

De acordo com o policiamento da região, os militares do 35º BPM/M foram acionados pelo Centro de Operações da Polícia Militar, após moradores denunciarem um caso de abandono de veículo, na Rua Jacareí, no bairro Jardim Valparaíso.

Caminho percorrido pelo carro.

Um sistema inteligente de monitoramento em São Paulo, que utiliza câmeras em várias estradas. Da Neoquímica Arena até o último ponto registrado, o veículo percorreu quase 27 quilômetros.

O sistema aponta que o carro de Marcelinho Carioca se aproximou da Neo Química Arena, em Itaquera, na zona leste da capital paulista, após às 14h40 de sábado (16). Nas redes sociais, o ex-jogador chegou a publicar um vídeo no estádio entre o final da tarde e o começo da noite.

Não temos informações sobre o momento em que Marcelinho saiu do estádio. Os dados mostram que o carro do jogador passou por mais dois radares entre a Neo Química Arena e o local onde foi encontrado, em Itaquaquecetuba, na Grande São Paulo.

O sistema registrou a última ocorrência às 1h36 da madrugada perto da avenida João Barbosa de Moraes, em Itaquaquecetuba.

Marcelinho Carioca afirma que vídeo foi feito sob pressão.

Nesta segunda-feira à tarde, um vídeo nas redes sociais mostrou o ex-jogador com um olho machucado. Ele afirmou ter sido sequestrado após se envolver com uma mulher casada.

Marcelinho Carioca disse em coletiva de imprensa nesta segunda-feira (18) que nunca teve um envolvimento amoroso com a mulher que aparece no vídeo divulgado mais cedo. Segundo o ex-jogador, ele foi forçado a fazer o vídeo sobre “ter saído com uma mulher casada”, e que teve um “revólver apontado na cabeça”.

“Se você tem uma arma apontada na cabeça e a pessoa te obriga a falar, o que você faz? Eu fui obrigado a falar”, disse Marcelinho sobre o vídeo. “Eu vi tanta coisa. Eles queriam dinheiro, levaram. Não estava preocupado com o dinheiro, mas com a minha vida, a vida dela”, disse.

Marcelinho Carioca é um ex-jogador de futebol brasileiro muito conhecido. Ele é natural do Rio de Janeiro e ficou famoso por seus grandes feitos no esporte.

Jogador revelado pelo Flamengo em 1988, ele ficou no clube por cinco anos antes de ser transferido para o Corinthians. Durante sua passagem pelo time rubro-negro, ele ganhou a Copa do Brasil em 1990 e o Campeonato Brasileiro em 1992.

No Corinthians, Marcelinho viveu os grandes momentos de sua carreira (ao todo, foram quatro passagens). Bicampeão brasileiro, campeão da Copa do Brasil, tetracampeão paulista e campeão mundial, entrou para o hall de grandes ídolos da história alvinegra

Em 1997, ele jogou pelo Valencia, seu primeiro time no exterior. Porém, não ficou muito tempo no futebol espanhol, retornando ao Corinthians em 1998.

Após saída conturbada do Corinthians, onde discutiu com o técnico Vanderlei Luxemburgo, Marcelinho Carioca acertou com o Santos, mas jogou no clube da Vila Belmiro por apenas seis meses

Marcelinho foi para o Japão em 2002 para jogar no Gamba Osaka. Foi a sua segunda experiência internacional como meio-campista.

No Vasco, em 2003, tornou-se campeão do Campeonato Carioca.

Depois de jogar no Vasco e no Al-Nassr, Arábia Saudita, o meio-campista teve uma breve passagem pelo Ajaccio, França, por alguns meses.

Em 2005, com 34 anos, ele teve um bom desempenho no Brasiliense-DF e conquistou o título estadual. Isso o levou de volta ao Corinthians em 2006.

De 2007 a 2009, jogou no Santo André e ganhou o título da Série A2 do Campeonato Paulista em 2008. Em 2010, se aposentou jogando pelo Corinthians.

Na Seleção Brasileira, Marcelinho nunca conseguiu ser convocado com frequência e também não teve oportunidade de jogar em uma Copa do Mundo pelo time nacional.

Marcelinho eternizou a camisa 7 do Corinthians na segunda metade da década de 90 e início dos anos 2000. Muitos torcedores consideram Marcelinho o maior ídolo da história do Timão.

Ele jogou 433 partidas e fez 206 gols pelo Corinthians. Ele foi muito importante para o time, ajudando a conquistar 10 títulos, o maior número da história do clube. Por isso, ele é conhecido como “Pé de Anjo”.

Marcelinho Carioca foi revelado pelo Flamengo em 1988, fazendo parte de uma das melhores gerações de jovens do clube. Pelo Rubro-Negro, conquistou a Copa São Paulo de Futebol Júnior (1990) e fez parte dos elencos que conquistaram a Copa do Brasil em 1990 e o Brasileirão de 1992. Mas foi no Corinthians que Marcelinho colocou seu nome na lista dos principais meio-campistas do país.

O jogador número 7 chegou ao time Alvinegro em 1993 e a partir daí começou uma história de sucesso no clube.


🔥 Recomendado para voçê 🔥