Internacional

O chefe da ONU afirma que continuará pedindo por um cessar-fogo em Gaza


O chefe da ONU afirma que continuará pedindo por um cessar-fogo em Gaza
(Foto Reprodução da Internet)

O secretário-geral da Organização das Nações Unidas, António Guterres, disse neste domingo (10) que não desistirá de apelar por uma ajuda humanitária para um cessar-fogo na Faixa de Gaza, acrescentando que a guerra minou a credibilidade e a autoridade do Conselho de Segurança.

Gueterres estava discursando no Fórum de Doha quando os Estados Unidos vetaram uma proposta da ONU para um cessar-fogo imediato na guerra entre Israel e o grupo radical Hamas. Esse veto aconteceu na última sexta-feira (8).

O secretário-geral Guterres pediu ao Conselho de Segurança que agisse para evitar uma tragédia humanitária e reforçou sua solicitação para um cessar-fogo humanitário.

“Infelizmente, o Conselho de Segurança não conseguiu alcançar esse objetivo, mas isso não significa que ele seja menos importante.” “Eu continuarei persistindo”, acrescentou.

O primeiro-ministro do Catar, Sheikh Mohammed bin Abdulrahman Al Thani, disse na reunião que Doha continuará pressionando Israel e o Hamas por uma trégua, apesar do “estreitamento” de chances de paz.

O Catar liderou as negociações entre o Hamas e Israel e é onde estão baseados vários líderes políticos do grupo.

Al Thani disse que os reféns foram libertados de Gaza por causa de negociações e não por causa das ações militares de Israel.

O líder da UNRWA, a agência da ONU que auxilia os palestinos, Philippe Lazzarini, afirmou que a maneira como os palestinos são tratados como menos humanos tem levado a comunidade internacional a aceitar os ataques constantes de Israel em Gaza.

Segundo Lazzarini, é essencial um cessar-fogo humanitário para acabar com a situação calamitosa que ocorre em Gaza neste exato momento.

Os EUA e Israel não querem um cessar-fogo, pois acreditam que isso só iria ajudar o Hamas. Em vez disso, os EUA defendem pausas nos combates para proteger os civis e permitir a libertação de reféns feitos pelo Hamas em um ataque recente.


🔥 Recomendado para voçê 🔥