Internacional

O embaixador de Israel agradeceu aos EUA por rejeitarem uma resolução no Conselho de Segurança


O embaixador de Israel agradeceu aos EUA por rejeitarem uma resolução no Conselho de Segurança
(Foto Reprodução da Internet)

O embaixador de Israel na Organização das Nações Unidas (ONU), Gilad Erdan, agradeceu aos Estados Unidos nesta sexta-feira (8) por vetarem um projeto de resolução do Conselho de Segurança que pedia um cessar-fogo imediato na Faixa de Gaza.

Erdan agradeceu ao presidente Joe Biden em uma postagem no X, dizendo que ele foi firme ao nosso lado. Ele também mencionou que uma pequena luz conseguiu afastar a maior parte da escuridão.

Ele ainda criticou o projeto de resolução proposto pelos Emirados Árabes Unidos e assinado por 97 países, pois o documento não condenava o Hamas. Segundo ele, se o texto tivesse sido aprovado, isso permitiria que o Hamas continuasse suas atividades violentas em Gaza.

“É chocante que enquanto o Hamas dispara foguetes contra Gush Dan a partir de centros populacionais no sul de Gaza, a ONU esteja envolvida em uma discussão sobre uma resolução distorcida dirigida ao lado errado e que nem sequer condena o Hamas”, colocou.

O documento citava “preocupação grave com a situação humanitária catastrófica na Faixa de Gaza” e com o “sofrimento da população civil palestina”, pedindo cessar-fogo humanitário imediato, bem como a libertação imediata e incondicional de todos os reféns.

O representante dos EUA disse depois da votação que considera o cessar-fogo proposto “irrealista e perigoso”, porque permitiria ao Hamas se reorganizar e cometer mais atos violentos. Ele também destacou que as sugestões dos EUA para a resolução foram ignoradas.


🔥 Recomendado para voçê 🔥