Entretenimento

O especial “Amigos” com destaque para cantores sertanejos famosos será transmitido nesta segunda-feira


O especial “Amigos” com destaque para cantores sertanejos famosos será transmitido nesta segunda-feira
(Foto Reprodução da Internet)

Nesta segunda-feira (11), os fãs de Leonardo, Chitãozinho e Xororó, e Zezé Di Camargo e Luciano poderão assistir ao especial “Amigos” na TV Globo. O encontro foi gravado no dia 2 de dezembro durante um show no Allianz Parque, em São Paulo.

O especial vai relembrar os sucessos mais famosos como “Evidências”, “É o amor” e “Pense em Mim” e também mostrará como o sertanejo evoluiu ao longo das gerações. Teremos depoimentos de artistas mais recentes como Maiara e Maraisa e Mari Fernandez.

O show beneficente “Amigos” começou em 1995, em São Caetano do Sul (SP). Em 2019, foi transmitido pela última vez e, quatro anos depois, voltou à grade da emissora carioca com o projeto “Amigos: de volta à estrada”.

No entanto, o último encontro do grupo antes de 2019 foi em 1998, sem o cantor Leandro. Esse intervalo foi ainda mais longo, durando mais de 20 anos.

Irmão e dupla de Leonardo, o sertanejo faleceu vítima de um câncer no pulmão direito, no dia 23 de junho de 1998, mas chegou a participar de três shows ao lado dos demais. Embora tenham cogitado substituí-lo, a formação seguiu sem um novo integrante.

No sexto show exibido na TV nesta segunda-feira (11), cinco dos principais cantores de música sertaneja no Brasil também já fizeram uma turnê pelo país em 2019. No entanto, os shows foram interrompidos devido à pandemia.

Somente em 2022, eles conseguiram anunciar novas datas e manter as apresentações neste ano. Na agenda, escolheram apenas algumas capitais, incluindo São Paulo (SP), onde os shows serão chamados de “A Última Estrada” e acontecerão nos dias 2 e 17 de dezembro.

Nas redes sociais, o perfil da banda mostra que todos “estão unidos na jornada para encerrar a turnê de forma brilhante”.

Amigos – A História Continua tem um perfil no Instagram onde compartilha conteúdo.

Especiais anteriores

Tudo começou com um show que tinha o objetivo de arrecadar brinquedos e alimentos não perecíveis para entidades que ajudam pessoas necessitadas. Cerca de 100 mil pessoas assistiram a esse show em São Caetano do Sul (SP) no ano de 1995. A apresentação também foi transmitida na TV Globo como um especial de fim de ano, e desde então continuou ocorrendo em outros anos.

No ano seguinte, em 1996, o show ocorreu em Paulínia (SP) e contou com a participação especial das duplas Chrystian & Ralf, Gian & Giovani e João Paulo & Daniel, além do locutor Asa Branca.

Em 1997, a apresentação foi em Belo Horizonte (MG) e teve novamente a presença de Daniel, que homenageou João Paulo, vítima de um acidente de carro em setembro daquele ano.

No dia 31 de dezembro de 1998, a emissora carioca exibiria o quarto encontro dos “Amigos”, mas dessa vez sem um dos integrantes principais. Leandro faleceu em junho, dias antes da gravação, e a apresentação foi marcada pela emoção dos demais cantores, principalmente de seu irmão Leonardo, que seguiu carreira solo.

Em 2019, depois de 20 anos, eles resolveram se reunir novamente para um encontro. Infelizmente, a pandemia da Covid-19 começou no início de 2020 e interrompeu a turnê que eles estavam organizando. Mas em 2022, todos conseguiram voltar aos palcos novamente.

Eu e meu amigo somos amigos há 28 anos

O programa foi criado por causa da amizade entre Zezé e outros grandes nomes da música sertaneja tradicional, o que também o torna popular comercialmente, atraindo muitas pessoas.

“Eu sempre digo que Amigos realmente funciona porque não é apenas um programa que se tornou uma amizade, é uma amizade que se tornou um programa. Nós nos sentimos ótimos quando estamos juntos, adoramos conversar, abraçar e brincar um com o outro, é uma relação que construímos ao longo do tempo. É um privilégio poder estar ao lado de pessoas que você costumava admirar apenas como fã, mas agora são seus colegas de trabalho”, afirmou em uma entrevista ao Gshow nos bastidores de um programa do Altas Horas.

Depois de decidirem não substituir Leandro, eles disseram que o cantor não está fisicamente presente, mas está com eles em espírito durante os shows. O irmão de Luciano afirmou: “Um ‘Amigo’ no céu nos observa, Leandro está sempre conosco. Temos uma história de mais de 20 anos juntos”.

Leonardo também mencionou a ausência de Leandro e como eles conseguiram homenageá-lo em todas as apresentações. “No show, sempre temos uma homenagem para ele, cantamos a música ‘Mano’ e é um momento muito emocionante”, disse ele na mesma ocasião.

Chitãozinho contou que, no passado, eles consideraram convidar um outro artista da música sertaneja para se juntar a eles nos palcos, mas logo mudaram de ideia. Ele disse: “Nós chegamos à conclusão de que o lugar do Leandro é ali, sentimos a presença dele sempre quando estamos no palco. Então, somos nós cinco e ele, os Amigos.”


🔥 Recomendado para voçê 🔥