Internacional

O governo está organizando uma operação para trazer de volta brasileiros presentes em Gaza


O governo está organizando uma operação para trazer de volta brasileiros presentes em Gaza
(Foto Reprodução da Internet)

No 35º dia do conflito entre Israel e Hamas, o grupo brasileiro que será trazido de volta para casa está se preparando para sair da Faixa de Gaza pela passagem de Rafah. Enquanto isso, o governo brasileiro está organizando toda a logística para recebê-los no fim de semana.

O governo de Israel assegurou ao Itamaraty que os 34 nomes à espera de repatriação serão incluídos na lista desta sexta-feira (10/11). A princípio, uma pessoa que aguardava autorização e fazia parte do grupo não estava na relação divulgada pelas autoridades, o que foi confirmado depois.

Em contato telefônico nessa quinta (9/11), o ministro das Relações Exteriores israelense, Eli Cohen, confirmou ao chanceler brasileiro, Mauro Vieira, a autorização.

O grupo deve desembarcar na Base Aérea de Brasília, assim como ocorreu com parte dos repatriados vindos de Israel e da Cisjordânia.

Como mostrou a coluna de Guilherme Amado, do Metrópoles, na capital federal, brasileiros e familiares devem ser atendidos por diversas agências da Organização das Nações Unidas (ONU) e órgãos do governo brasileiro.

Há fumaça e chamas em Gaza, que podem ser vistas da cidade de Sderot devido aos ataques aéreos israelenses contínuos.

As Forças de Defesa de Israel estão realizando bombardeios em resposta aos ataques do Hamas.

Um caminho de destruição se alastra pela Faixa de Gaza.

O brasileiro Hasan Rabee publicou no Instagram uma foto em que comemora ter chegado ao portão de Rafah. Na legenda da imagem, ele conta que está esperando a abertura da passagem para poder continuar sua viagem de volta ao Brasil.

Há outras nacionalidades na relação de liberados para atravessar a fronteira até o Egito. No total, 587 pessoas aparecem. Veja a lista:

  • Estados Unidos: 14 pessoas
  • No Canadá, há 265 pessoas.
  • Romênia: 101 pessoas
  • Na Polônia, 26 indivíduos+.
  • Brasil: 33 pessoas
  • 82 pessoas foram identificadas em um localize específico na Rússia.
  • A Albânia tem 14 habitantes.
  • Na China, há 10 pessoas.
  • Dinamarca: 5 pessoas
  • Alemanha: 8 pessoas
  • Na Holanda, há duas pessoas
  • Nova Zelândia: 12 pessoas
  • A Malásia tem a presença de duas pessoas.

🔥 Recomendado para voçê 🔥