Brasil

Policial militar que recusou ajuda a jovem negro ameaçado em SP enfrentará consequências legais


Policial militar que recusou ajuda a jovem negro ameaçado em SP enfrentará consequências legais
(Foto Reprodução da Internet)

A Secretaria de Segurança Pública de São Paulo (SSP-SP) identificou a policial militar que aparece em um vídeo recusando ajuda a um jovem negro ameaçado por um homem armado. A PM será responsabilizada criminal e disciplinarmente pela omissão registrada no vídeo.

Em comunicado, a SSP-SP afirmou que a conduta da policial foi considerada grave e não está de acordo com as expectativas da sociedade, nem com as responsabilidades de um profissional de segurança pública, que deve agir prontamente diante de um crime, esteja ou não em serviço.

Continua depois da publicidade

O incidente ocorreu no último domingo (12) em frente à estação de metrô Carandiru, na zona norte de São Paulo. Além de recusar ajuda, a policial também agrediu o jovem com um chute na barriga.

O vídeo, divulgado pelo portal Ponte Jornalismo, foi gravado por um repórter fotográfico que passava pelo local durante a confusão, mas preferiu não revelar sua identidade.

Continua depois da publicidade

Nas imagens, um homem segura o jovem negro pelo pescoço, proferindo insultos repetidos. Outras pessoas presentes gritam frases como “não vai roubar” e “há emprego para todos, vá procurar trabalho”.

Em seguida, um indivíduo saca uma arma e ameaça atirar no jovem. Uma mulher, referindo-se a ele como “Paulo”, se coloca entre o jovem e o homem armado para evitar o disparo. O homem armado, indignado, questiona se ela “vai defender um ladrão”.

A policial militar, que está presente e observa os acontecimentos encostada em um muro, é abordada pelo cinegrafista sobre a falta de intervenção. Ela apenas faz gestos e sugere que liguem para o 190. Quando o jovem negro se aproxima pedindo ajuda, ela recusa, alegando estar de folga, e o afasta com um chute na barriga.


🔥 Recomendado para voçê 🔥