Internacional

Porta-voz das FDI diz que soldados não sabiam de reféns que foram mortos por erro


Porta-voz das FDI diz que soldados não sabiam de reféns que foram mortos por erro
(Foto Reprodução da Internet)

Os militares não tinham informações sobre os três reféns israelenses mortos por engano pelos soldados na sexta-feira (16), disse o porta-voz das Forças de Defesa de Israel (FDI), Daniel Hagari, em entrevista coletiva no sábado.

Hagari disse que as FDI acreditaram que os três reféns conseguiram escapar ou foram abandonados pelos terroristas do Hamas por causa dos confrontos em Shejaiya, em Gaza.

Ele disse que os soldados esperavam encontrar reféns em prédios ou túneis, ou que estivessem algemados. No entanto, o que acabou ocorrendo foi que eles foram abordados pelos soldados. Yotam Haim, Samer Talalka e Alon Shamriz saíram de um prédio com a bandeira branca, mas foram mortos pelos soldados israelenses que estavam nas proximidades.

“Isso é um erro e um mau funcionamento”, afirmou o porta-voz.

Hagari informou que os soldados divulgaram informações importantes sobre a análise inicial do incidente. Esses detalhes foram repassados para as tropas que estão em combate em Gaza, assim como para as famílias dos três reféns que infelizmente faleceram.

“Continuaremos investigando este incidente minuciosamente”, disse. “Estamos no meio de uma guerra que nos apresenta situações muito difíceis e complexas com características sem precedentes que não enfrentamos até agora”, completou.


🔥 Recomendado para voçê 🔥