Ciência e Espaço

Tempestade solar atingiu a Terra, podendo causar instabilidade nas comunicações de rádio


Tempestade solar atingiu a Terra, podendo causar instabilidade nas comunicações de rádio
(Foto Reprodução da Internet)

Nos próximos dias, a Terra pode enfrentar os impactos de múltiplas erupções solares identificadas entre o último domingo (21) e esta terça-feira (23) pelo Centro de Previsão de Tempo Espacial da Administração Nacional Oceânica e Atmosférica (NOAA) dos Estados Unidos.

As erupções solares envolvem a ejeção de massa coronal (CME) do Sol em direção à Terra, podendo resultar em uma tempestade geomagnética. Os efeitos incluem o surgimento de auroras boreais, que alteram a cor do céu, e instabilidade em dispositivos que utilizam ondas de rádio de alta frequência.

Continua depois da publicidade

O que a tempestade solar pode provocar? 

Essas emissões de massa coronal, popularmente conhecidas como tempestades solares, ocorrem devido à liberação de partículas e radiação pelo Sol. Na Terra, elas podem impactar os sistemas de telecomunicações, satélites e a rede elétrica.

O NOAA publicou um alerta informando: “Múltiplas erupções solares e erupções de filamentos solares foram observadas de 21 a 23 de janeiro de 2024. As ejeções de massa coronal (CMEs) associadas foram analisadas e modeladas”.

Continua depois da publicidade

“Os resultados destas análises mostram impactos potenciais na Terra já no final do dia 24 de janeiro, com impactos mais prováveis entre 25 e 26 de janeiro de 2024.”

Segundo o alerta do NOAA, “como resultado, os meteorologistas atualmente preveem níveis de tempestade geomagnética G1-Minor durante esses três dias, com a possibilidade de níveis mais elevados de tempestade se houver um impacto mais direto e/ou uma conexão mais forte com as linhas do campo magnético da Terra”.

Qual a gravidade do fenômeno? 

O NOAA não forneceu detalhes sobre a gravidade do fenômeno que afetará a Terra nos próximos dias.

No domingo passado, dia 21, o órgão emitiu um alerta para a possibilidade de uma tempestade geomagnética de nível moderado devido a uma emissão de massa coronal (CME) do Sol no sábado anterior, dia 20.

O NOAA previu que os efeitos dessa erupção solar poderiam ser sentidos na Terra entre os dias 22 e 23 de janeiro, ou seja, durante segunda e terça-feira. De acordo com o Centro de Previsão de Tempo Espacial, essas erupções não são incomuns, e o público não precisa se alarmar. No entanto, foi mencionado que o fenômeno da aurora boreal pode se tornar visível nos Estados Unidos, nos estados entre Nova York e Idaho.

“Temos uma, senão duas, tempestades solares indo para a Terra hoje”, escreveu  no antigo Twitter (X), que temos uma, senão duas, tempestades solares indo em direção à Terra. A primeira tempestade solar foi emitida nas proximidades da região 3555, com previsão de atingir a Terra no início do meio-dia de 22 de janeiro. A segunda, uma tempestade lateral lançada próxima à região 3559, pode nos afetar de maneira leve em 23 de janeiro.


🔥 Recomendado para voçê 🔥