Internacional

Trump afirma que não será um ditador se voltar para a Casa Branca, exceto no primeiro dia


Trump afirma que não será um ditador se voltar para a Casa Branca, exceto no primeiro dia
(Foto Reprodução da Internet)

Nos Estados Unidos, perguntaram ao ex-presidente Donald Trump se ele abusaria do poder caso fosse reeleito. Ele respondeu que “exceto no primeiro dia”. Essa declaração foi dada durante uma entrevista na FOX News, um canal de televisão americano.

O apresentador Sean Hannity perguntou a Trump se ele prometeria à América, sem nenhuma dúvida, que nunca usaria seu poder como vingança contra alguém.

O republicano responde rapidamente: “Exceto no início, quero fechar a fronteira e quero fazer mais perfurações de petróleo”. O ex-presidente fala sobre a crise de refugiados na fronteira entre os Estados Unidos e o México e a produção de petróleo do país.

“Estamos fechando a fronteira e perfurando, perfurando, perfurando. Depois disso, não sou um ditador”, disse Trump.

Apesar do que foi dito, os aliados e membros da campanha de Trump afirmam que, se eleito, o presidente republicano usará seu poder executivo de forma inovadora.

O plano de Trump prevê um maior controle da Casa Branca sobre o Departamento de Justiça, uma instituição que o ex-presidente pretendia usar para retaliar aqueles que o criticam ou eram seus aliados no passado.

“Em junho, o ex-presidente afirmou que iria designar um promotor especial para investigar Joe Biden, que ele considera como o presidente mais corrupto da história dos Estados Unidos, e também a sua família, que ele considera criminosa.”

Trump disse em um vídeo, em março deste ano, que assinaria uma ordem executiva que lhe permitiria “remover burocratas desonestos”. Ele prometeu “exercer esse poder de forma muito agressiva”.

Especialistas dizem que se Trump for reeleito, haverá muitas brigas na justiça e disputas políticas com o Congresso sobre os limites do poder do presidente nos Estados Unidos.

Confronto entre Biden e Trump

Joe Biden, presidente dos Estados Unidos, afirmou hoje que teria evitado tentar se reeleger se não fosse por enfrentar Donald Trump. Ele enfatizou que Trump representa uma ameaça sem igual para o país.

“Se Trump não estivesse concorrendo, não tenho certeza se eu estaria concorrendo”, disse Biden em um evento de arrecadação de fundos para sua campanha de 2024, em Boston. “Não podemos deixá-lo vencer”, disse o líder americano.


🔥 Recomendado para voçê 🔥